Páginas vistas en total

jueves, 18 de diciembre de 2008

Equipes encontram 30 sítios arqueológicos no Piauí



Foram encontrados 30 sítios arqueológicos com pinturas rupestres e esqueleto humano em prospecções no parque nacional serra das confusões. Com quinze dias de prospecções e sondagens a equipe de arqueólogos chegaram aos resultados, de trinta sítios arqueológicos com pinturas rupestres e uma ossada , aparentemente de uma criança.

As equipes que trabalharam na escavação, prospecção e conservação de sítios são da Fundação Museu do Homem Americano (Fumdham). A busca por novos sítios na Serra das Confusões integra as ações do subprojeto de pesquisa Prospecções, Escavações Arqueológicas e Conservação de Registros Rupestres no Parque Nacional Serra das Confusões e entrono.O subprojeto está vinculado ao projeto “Origem e Evolução Migratória dos Primeiros Grupos Humanos no Sudeste do Piauí”, desenvolvido pela Fumdham desde 2005. Com o projeto a fundação objetiva realizar pesquisas arqueológicas de forma interdisciplinar na região sudeste do Piauí, enfocando o estudo das culturas humanas e suas relações com o ambiente. De acordo com as arqueólogas Maria de Fátima Luz e Gisele Felice Daltrini, que coordenam as atividades nas Confusões, sob orientação da arqueóloga Niède Guidon, ainda é muito cedo para responder às hipóteses formuladas sobre a ossada encontrada no sítio Toca do Enoque.

A partir do descobrimento são realizadas várias análises em laboratório para chegar a informações como datação da ossada, sexo e idade do indivíduo no momento do falecimento e, talvez, até o motivo da morte. “Pela pouca profundidade da camada em que foi encontrado e estado de conservação de sementes, um fruto e até restos de cabelo acreditamos que não seja tão antiga, provavelmente contemporânea ao período da colonização. Mas só com os resultados das análises do carvão encontrado junto ao esqueleto é que teremos certeza de nossas hipóteses.”, explica a arqueóloga Fátima Luz. Para obtenção da datação amostras de carvão foram enviadas ao laboratório Beta Analytic, da Flórida, EUA. Amostras do cabelo foram enviadas ao Laboratory de Antropobiologie, da University de Toulouse, onde o pesquisador François Xavier Ricaut realizará pesquisas genéticas.

A perspectiva da FUMDHAM é obter os primeiros resultados até janeiro de 2009.Pinturas rupestres Lagartos, tartarugas, tatus, figuras humanas e formas geométricas estão representadas nas pinturas rupestres encontradas nos sítios do Parque Nacional Serra das Confusões. Com uma beleza única, as pinturas contribuíram para a descoberta dos demais vestígios arqueológicos, pois são indicadores evidentes de povoamento da região. No sítio Toca do Enoque a ossada descoberta estava localizada logo abaixo de um conjunto diversificado de pinturas rupestres. Pesquisa e preservação A realização do subprojeto no Parque Nacional Serra das Confusões e entrono é indispensável pela necessidade de estruturar o Parque para visitas respeitando sua biodiversidade e todos os vestígios arqueológicos, de acordo com seu Plano de Manejo, elaborado em 2003. “A realização das pesquisas nas Confusões os sítios podem ser protegidos e estruturados para uma visitação consciente. A idéia é proteger este patrimônio da depredação”, afirma Gisele Daltrini, arqueóloga da FUMDHAM.
FUMDHAM

Tomado de: http://www.tvcanal13.com.br/noticias/equipes-encontram-30-sitios-arqueologicos-no-piaui-45282.asp